Siderúrgica Nacional (CSNA3) e Índice Futuro (WINQ17)- 2017

Recentemente tive a oportunidade de realizar dois webinários (palestras online) junto ao Info Money, dois dias 19 e 22 de junho, além de comentar em uma entrevista que foi ao ar no último domingo 25 de junho, concedida ao Flavio Muniz, (clique aqui para assistir) sobre a minha opinião e expectativa para a Siderúrgica Nacional, negociada na B3 (Bovespa) sob o código CSNA3.

O ativo nesse período inflexionou e já acumula valorização de 17%, de considerado a mínima marcada dia 21/06 a o valor que negocia enquanto escrevo (6,94).

Vale destacar que chegou a alcançar 7,35 no dia 29/06.

A menor aversão ao risco no mercado doméstico, juntamente com a valorização dos metais no exterior, especialmente o minério de ferro na China, foram fatores decisivos para essa apreciação e foram comentados nos eventos supra citados.

Tomando como base a máxima do ano (12,97) e o patamar negociado semana passada, quando cravou a mínima de 2017 aos 5,98, a queda acumulada era de 53,89%.

A ação estava bem descontada e atraiu a atenção dos compradores.

No gráfico a seguir podemos verificar que essa mesma região segurou os preços em março de 2016 levando a uma forte alta na ocasião.

O que esperar daqui em diante?

No gráfico diário temos uma cunha rompida que aponta alvo em 7,84, com potencial para esticar rumo a 8,13.

Como tivemos recentemente índices chineses positivos, a tendência é que os metais continuem a subir e impulsionem a ação rumo a patamares ainda mais altos.

Se a compra passar a dominar os negócios no mercado doméstico, poderá acelerar o processo.

[Atualização] 03/07/2017

CSN segue a sua trajetória de alta, chegando a bater 7,35 na máxima do dia.
No momento está 7,27 e tem amplo espaço para subir.

Sobre o índice futuro, eu também havia falado em fundo, formação que sinaliza compra.

Dese o dia  21 de junho temos um sinal claro de formação de fundo, através de um padrão de candlesticks conhecido como mulher grávida (harami).

O mercado foi subindo e formando uma figura poderosa chamada OCOI (ombro-cabeça-ombro-invertido)

Esse padrão foi confirmado dia 30 de junho quando o minicontrato WINQ17 rompeu a linha vermelha (reta pescoço).

O primeiro alvo é 64.780 e o segundo 65.470.

Falar em compra depois que o mercado subiu quase 3.000 pontos é fácil, o desafio é operar na reversão, na mudança de direção em seu início, reduzindo riscos e tornando a operação mais barata e precisa.

(CSNA3)
(WINQ17)

[Atualização] 07/07/17

CSNA3
A ação teve um movimento lateral na semana, que pode ser interpretado como acumulação para voos mais altos adiante; com a expectativa de bons indicadores econômicos para a China, recuperação dos metais e fluxo positivo para o mercado interno espera-se valorização para o ativo; pensar em 8,13 e até mesmo 9,00 nas próximas semanas seria factível.

Ibovespa
Benchmark teve queda moderada na semana, porém percebemos uma desenho simétrico, de um OCOI (ombro-cabeça-ombro-invertido) no gráfico diário; o fato de haver dois ombros de cada lado reforça o padrão; o último candle apresenta sombra inferior, após testar a reta pescoço como suporte e respeitar a região; esse desdobramento nada mais é que um pull back; essa figura é altista e sinaliza inflexão, reversão de tendência.

[Atualização] 15/07/17

CSNA3
Ativo segue em valorização.
Subiu 8% na semana.
A cunha tem um efeito firme sobre os preços.
Qualquer correção, caso seja materializada, será oportunidade de compra.
Para quem opera o setor de siderurgia, olho vivo nos metais, especialmente minério de ferro na China.
Pensar em 9,41 nas próximas semanas é algo factível.

JBSS3
Ação subiu 13% na semana e entrou em território comprador.
A Venda da Alpargatas foi o driver principal.
Podemos observar as médias cruzadas para a compra.
Acima de 6,93 mantém a inclinação de alta e domínio dos touros no curto prazo.
Correções serão oportunidade, caso ocorram.
Para o curto prazo, 8,16 é alvo, com potencial para chegar a 8,64.

WINQ17
O minicontrato subiu 3.045 pontos na semana.
O ombro-cabeça-ombro-invertido impulsionou o mercado.
Acionou um pivot de alta ao romper 64.115.
O caminho mais provável para o curtíssimo prazo seria uma correção saudável de preços, dentro da pernada de alta.
Essa correção poderá ser lateral, denominada correção na tempo, ou mais aguda, conhecida como correção no preço, para posterior retomada da movimentação altista e francamente compradora.

[Atualização] 23/07/17

CSNA3
Ativo teve queda de 5,14% na semana, na esteira do minério de ferro, que cedeu na China.
Abriu oportunidade para quem está de fora ou pretende aumentar a exposição na compra.
Fechou sobre um topo anterior (7,35) e tocando a média móvel exponencial de 21 períodos.

JBSS3
Ação havia subido 13% na semana anterior e dessa vez cedeu 2,79%, corrigindo parcialmente a escalada;
Está desenhando um triângulo no gráfico diário.
Se a linha vermelha (LTB) for rompida poderá acelerar na compra.
O topo anterior em 6,93 e a média de 21 servem no momento como suportes.

WINQ17
Como adiantado semana passada, o minicontrato passou por correção no tempo, mais lenta, gradativa, um movimento quase lateral arrastado para a queda.
Cedeu 980 pontos na semana, seguindo o fluxo estrangeiro. que pressionou as cotações de forma negativa.
O caminho mais provável para os próximos dias seria a continuidade da correção, com posterior inflexão de preços.

[Atualização] 29/07/17

CSNA3
Ação teve alta de 1,01% na semana.
Respeitou a média móvel de 21 períodos e o topo anterior (7,35).
Parece fazer uma correção lateral para posteriormente romper a congestão e subir.
Quedas no ativo são sinônimo de oportunidade, caso ocorram.
Olho vivo nos metais para quem opera o setor.

JBSS3
Ação teve alta de 10,35% na semana.
Respeitou a média móvel de 21 períodos e o tipo anterior (6,93).
Rompeu um triângulo e disparou.
A empresa tem somente 20% das suas operações no Brasil.
A venda de ativos tem sido feita com maestria.
O potencial de alta é forte.

WINQ17
Minicontrato subiu 815 pontos na semana.
Estrangeiros reduziram a posição comprada de 125.230 para 122.296 contratos.
Está entre a cruz e a espada.
O desenho atual indica um possível topo duplo, cujo eixo está em 65.015 ou o rompimento da congestão em 66.180, configurando um mastro-bandeira de alta.
Independente da direção, os desdobramentos atuais trazem expectativa de um movimento mais direcional para agosto.

[Atualização] 05/08/17

CSNA3
Ação segue no “caiu comprou”.
Subiu 4,81% na semana e tem potencial para subir mais.
Mesmo que tenha pregões negativos isso não muda a configuração de compra, pelo contrário, abre oportunidade.
Parece desenhar um simetria, algo próximo de um OCOI (ombro-cabeça-ombro-invertido).
Segue respeitando o topo anterior em 7,35.

JBSS3
Ação subiu 2,08% na semana.
Vale destacar que desde o fundo de junho, tem feito movimentos semelhantes, ficando lateral para depois disparar.
A tendência é que esse desenho seja replicado, gerando rompimento de 7,97 e busca por 8,16 ou mesmo 8,64-8,74 no curto prazo.
A venda da Vigor por R$ 1,11 bilhão não foi devidamente precificada na sessão dessa sexta-feira (04/08).

WINQ17
Minicontrato subiu 1.030 pontos na semana.
Rompeu a congestão em 66.225, fez máxima em 67.545 e recuou.
Temos um harami de baixa no gráfico diário.
Existe espaço para uma correção no mínimo até o topo anterior, exatamente em 66.225.
Os ursos poderão pressionar e levar o minicontrato um pouco abaixo, quem sabe algo entre o gap (65.875) ou mesmo 65.470, onde encontraria a MME21 e uma LTA de curto prazo.

[Atualização] 12/08/1

CSNA3
Ação tem um OCO (ombro-cabeça-ombro) desenhado para o médio prazo.
Está intrinsecamente ligada à China e metais, assim como indicadores econômicos internos.
Subiu 7,21% na semana e ainda tem potencial.
O gap deixado dia 04 de agosto pode ser de fuga.
Correções são oportunidades.

JBSS3
Ação segue quebrando paradigmas e resistências.
Retrai e expande, buscando novos patamares.
O cenário para os frigoríficos é favorável.
Se romper 8,64 vai ter correria, mas não será fácil.

WINQ17
Quarta-feira haverá vencimento do minicontrato, o que ocorre a cada dois meses.
O volume nas últimas sessões chama a atenção, bem acima da média.
Estrangeiros agrediram na venda.
Fechou a semana 70 pontos abaixo da anterior.
Como destaque temos o movimento até o gap da quinta-feira negra, o qual não foi fechado por 10 pontos.
O diário mostra um possível OCO.

[Atualização] 19/08/2017

CSNA3
Ação cedeu 3,89% na semana, na contramão dos metais.
Pode estar fraquejando ou retraindo para expandir posteriormente, como fez em julho.
O padrão desenhado é um triângulo, que geralmente aponta continuidade.
Preocupa somente abaixo da média de 21.
As commodities metálicas tiveram uma alta expressiva na semana, se houver correção poderá pesar no ativo, portanto requer atenção.

JBSS3
Ação caiu 2,73% na semana.
A queda do dólar impacta negativamente a ação.
Segurou no topo anterior (8,16( e na média de 21.
Preocupa apenas abaixo de 7,94.
Por enquanto mantém a inclinação compradora.

WINV17
Tivemos o vencimento bimestral do índice futuro na última quarta-feira.
O minicontrato teve alta de 1.945 pontos na semana.
A correção vista quarta e quinta-feira segurou na LTB de médio prazo.
Acima de 69.865 aciona um pivot de baixa,
Por outro lado, a perda de 68.710 mostra fraqueja e direciona o contrato até a média de 21.
 

 

[Atualização] 26/08/2017

CSNA3
Ação subiu 5,28% na semana.
Acima de 8,73 tem forte potencial comprador, com alvo em 9,50 no curto prazo.
Porém se fraquejar deverá ceder forte, pois anularia a simetria que vem seguindo nas últimas semanas de retrair e expandir.

JBSS3
Ação apreciou 7,95% na semana.
Está em clara tendência de alta e se não voltar para as páginas policias tem forte potencial.
Uma consolidação em níveis superiores a 8,97 abre potencial para fechar os gaps no médio prazo.
Um fechamento abaixo de 8,64 acenderia a luz amarela no ativo.

WINV17
Minicontrato futuro ganhou 2.220 pontos na semana.
O rompimento de 69.865 gerou a entrada de fluxo comprador com forte volume.
Hoje sinalizou topo e está distante das médias, apontando correção.
O ponto chave seria uma perda consistente de 71.415, topo anterior.

[Atualização] 02/09/2017

CSNA3
Ação segue em alta.
Subiu 8,17% na semana.
Metais, indicadores chineses e dólar em baixa foram os drivers, sem contar o fluxo e PIB melhor que o esperado no Brasil.
A ação demonstrou força no pregão de sexta-feira, deixando para trás a região de 8,73, gerando correria na ponta compradora.
Optei pela realização de lucros no ativo.
Ela encontrará forte resistência entre 9,41 e 9,52.

JBSS3
Ação caiu 2,70% na semana e buscou apoio no topo anterior (8,64).
Hoje saiu a notícia de que a J&F vendeu a Eldorado por R$ 15 bilhões a Paper Excellence.
O fato é altamente relevante e deverá impactar na abertura de segunda-feira, teoricamente em tom positivo.

WINV17
Míni-índice teve ganho de 805 pontos na semana.
Dados positivos do mercado de trabalho norte-americano e PIB interno melhor que o esperado foram os drivers.
Enquanto acima de 72.315 a tendência é buscar a máxima do ano em 73.680.
Se perder 72.315 poderá configurar um rompimento falso e derreter.

[Atualização] 09/09/2017

WINV17

Alta de 1.080 pontos na semana.
Sinal de topo no gráfico diário.
Considerável distância da média móvel exponencial de 21 períodos.
Abaixo de 73.680 terá suporte em 73.540 (fraco) e na média móvel de 5 períodos (médio).
O caminho mais natural para os preços seria corrigir pelo menos até o topo imediato (72.315).

ibovespa_09_09_2017

 

JBSS3

Queda de 5,5% na semana após voltar às páginas policiais.
Respeitou uma LTA de curto prazo e mostrou reação imediata.
Acima de 8,45 mostra força.
Abaixo de 8,16 tende a descer mais uma vez e testar a LTA.

JHSF3

Ação foi um dos destaques da semana, subindo 11,73% no período.
Deixou para trás as médias de 5 e 21 no semanal.
Pensar em 2,70 no curto prazo é factível.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *